Header Ads

Ministro do TSE nega pedido para que UOL, Folha e SBT sabatinem Lula



O ministro Og Fernandes, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), negou na noite de quinta-feira (10) em caráter liminar (provisório) uma representação feita pelo PT contra o UOL, a Folha de S.Paulo e o SBT. Na ação, o partido contesta a ausência de um representante seu na rodada de sabatinas conduzidas pelos veículos de imprensa com pré-candidatos à Presidência da República. O PT mantém o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que lidera as pesquisas de intenção de voto e está preso desde o dia 7 de abril, como seu nome para a disputa.


O mérito do caso ainda será julgado pelo TSE, o que não tem prazo para acontecer. Por meio de sua assessoria de imprensa, o PT disse que seus advogados vão analisar a decisão judicial “para decidir quais providências tomar”.

No pedido liminar, o PT quis que o TSE obrigasse UOL, Folha e SBT “a dar espaço a um representante da candidatura do ex-presidente Lula, (…) sob pena de declaração de ilegalidade de sua atividade e consequente cancelamento”.

Pelas regras antecipadas às assessorias dos partidos em março, seriam convidados os seis pré-candidatos à Presidência mais bem colocados na pesquisa Datafolha divulgada em 15 de abril: Luiz Inácio Lula da Silva, Jair Bolsonaro, Ciro Gomes, Joaquim Barbosa, Marina Silva e Geraldo Alckmin. Com a prisão do ex-presidente, Alvaro Dias, o sétimo colocado no levantamento, foi convidado.

O UOL reconhece a importância de Lula como líder das pesquisas, mas entende que o pedido do PT é descabido, uma vez que os votos são nominais nas eleições majoritárias. Na impossibilidade da presença de Lula nas sabatinas, não faz sentido ouvir um representante do partido em seu lugar.

FONTE UOL 
Ministro do TSE nega pedido para que UOL, Folha e SBT sabatinem Lula Ministro do TSE nega pedido para que UOL, Folha e SBT sabatinem Lula Reviewed by Edivaldo Fogaça on maio 11, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent