Header Ads

Na ALE Jair Montes defende o retorno dos vigilantes às escolas estaduais


Por Elaine Santos,

O vereador Jair Montes (PTC) árduo defensor da categoria dos vigilantes participou de uma audiência pública no plenário da Assembleia Legislativa que tratou sobre o retorno destes profissionais às escolas estaduais de Porto Velho. 

Com as participação maciça dos representantes do sindicato, o procurador do Estado, deputados e demais autoridades que discutiram estratégias para a reintegração dos vigilantes demitidos no ano de 2013. Ao fazer o uso da palavra o vereador foi enfático em seu discurso.

 “O maior prejudicado com a retirada dos vigilantes das escolas foram os alunos que tiveram a merenda furtada pelos vândalos ou estudaram no calor porque as centrais de ar também foram levadas, além de materiais de limpeza, a bomba da cisterna, panelas e até as lâmpadas. 

Tem escola que já perdeu as contas de quantas vezes foi invadida pelos marginais. E de nada adiantou as câmeras neste locais até porque muitas delas também foram furtadas. Eu pergunto, senhoras e senhores, cadê essa economia que o Estado insiste em defender?”, questionou Jair que continuou, “O prejuízo não foi só financeiro, mas sobretudo na educação das crianças, que ficaram sem aula porque não havia condições de estudar sem merenda, no calor, ou sem agua por que levaram a bomba”, lamentou Jair.


O vereador lembrou a intenção da prefeitura da capital em aderir também ao mesmo sistema substituindo assim os vigilantes pelas câmeras de vídeo monitoramento, o que segundo o parlamentar causaria a demissão direta de mais de 900 trabalhadores que atuam nas escola e prédios públicos do município. “Imagina um cidadão que trabalhou e se dedicou a vida toda como vigilante e hoje está com 40, 50 anos. Onde esses pais de família vão arrumar outro emprego? principalmente num País onde 13 milhões de pessoas estão desempregadas”, observou Jair no plenário.





Na época para evitar que centenas de profissionais perdessem seus postos de trabalho o vereador agiu rápido e apresentou projeto de lei nº965/23017, que proíbe a retirada dos postos de vigilância e a contratação dos serviços de monitoramento eletrônico. O PL foi aprovado pelos demais vereadores e sancionado pelo executivo municipal. 

“A prefeitura de Porto Velho resolveu copiar o fracassado modelo do governo do Estado a título de “economizar” e trouxeram um modelo falido de uma ata de Manaus que contemplava o vídeo monitoramento. Era um projeto muito bonito no papel. 

Um sistema de controle de acesso com câmeras em tempo real, centrais de atendimento com serviço 0800, equipes de ronda e de resposta posicionadas em locais estratégicos, em diferentes regiões da cidade. Olha a que ponto chegamos. Querem substituir o homem pelas máquinas. Ora, se o município quer economizar que tire de outros setores, mas jamais da segurança, e nunca da nossa educação”, sentenciou Jair.


O vereador encerrou anunciando a todos uma importante conquista para a categoria: “O contrato de vigilância será renovado por 12 meses. Serão recontratados 500 vigilantes e em setembro mais 400 profissionais retornarão aos seus postos de trabalho. 

O atual governador em exercício, Daniel Pereira está muito sensível ao retorno da categoria e esperamos que até final do ano 100% das unidades escolares estejam protegidas pelos nossos vigilantes. Como vereador vou continuar buscando soluções e propondo leis que melhorem a vida da nossa gente. A categoria dos vigilantes é uma delas. 

Não vou medir esforços para ajudar esses valorosos profissionais que arriscam suas vidas todos os dias pela segurança de outros”, finalizou Jair sob aplausos.

Na ALE Jair Montes defende o retorno dos vigilantes às escolas estaduais Na ALE Jair Montes defende o retorno dos vigilantes às escolas estaduais Reviewed by Edivaldo Fogaça on junho 25, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent