Header Ads

Após brigas e agressões, Confúcio e Raupp fazem as pazes e são lançados ao Senado



As pressões do ex-governador Confúcio Moura deram certo neste sábado. Ele e o senador Valdir Raupp serão os nomes do MDB ao Senado da República. A decisão foi anunciada após uma grande confusão na convenção, marcada por brigas e até mesmo um tapa na cara do ex-secretário da Casa Civil, Emerson Castro, desferido pelo presidente regional da legenda, Tomás Correia.


Por volta das 13h20 deste sábado, o próprio Confúcio anunciou que Raupp havia concordado no lançamento dos dois nomes ao Senado em apoio ao candidato ao Governo, Maurão de Carvalho.


Antes, Emerson Castro, que apanhou de Tomás Correia, disse que o havia perdoado. O presidente do MDB admitiu que se exaltou.


Os atritos na convenção foram grandes e até a PM foi chamada para garantir a ordem.


No entanto, o que parecia improvável aconteceu. Após os apoiadores de Confúcio irem ao extremo: quebraram as portas de vidro da sede regional, invadiram a área de reuniões e saírem aos socos com segurança, a estratégia deu certo: pouco mais de uma hora depois, os caciques regionais estavam abraçados e um perdoando o outro
Após brigas e agressões, Confúcio e Raupp fazem as pazes e são lançados ao Senado Após brigas e agressões, Confúcio e Raupp fazem as pazes e são lançados ao Senado Reviewed by Voz de Rondônia on julho 30, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent