Header Ads

Lideranças querem que empresário vilhenense desista do Senado e aceite disputar o Governo de Rondônia



Por telefone, o empresário Jaime Bagattoli, que na semana passada lançou sua pré-candidatura a senador em Vilhena, revelou ao FOLHA DO SUL ON LINE que vem recebendo pedidos de lideranças políticas para que desista da disputa parlamentar e aceite concorrer a governador de Rondônia no pleito deste ano.

Jaime esclareceu que mantém sua intenção de concorrer a senador, e lembrou que o candidato de seu partido ao Governo é o também empresário Zé Jodan, que tem base eleitoral em Rolim de Moura.

O vilhenense aproveitou para explicar porque acabou não oficializando suas candidaturas a prefeito de Vilhena, ao ser cogitado várias vezes para concorrer ao cargo: “Eu jamais fugi, o que acontece é que ficavam aquelas discussões sobre alianças e os partidos é que não se entendiam”.

Bagattoli disse que, agora, a aprovação de seu nome, tanto para o Senado quanto para o Governo não depende de “conchavos políticos”. Ele explicou que tem a garantia de que será o candidato do presidenciável Jair Bolsonaro em Rondônia. Em breve, os dois se encontrarão para discutir o pleito estadual.

Com a convenção que irá homologar sua candidatura marcada para o próximo dia 03, em Porto Velho, o empresário voltou a ser diplomático com Zé Jodan, dizendo que ele é o indicado, até agora para lutar pelo Executivo. Reafirmou seu interesse em brigar pelo Legislativo, mas não descartou que, após conversar com Bolsonaro, possa acabar aceitando mudar sua pretensão.
Lideranças querem que empresário vilhenense desista do Senado e aceite disputar o Governo de Rondônia Lideranças querem que empresário vilhenense desista do Senado e aceite disputar o Governo de Rondônia Reviewed by Voz de Rondônia on julho 31, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent