Header Ads

Roger confirma escalação do Palmeiras em clássico contra o Santos e vê Dudu 110%



Weverton, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo e Bruno Henrique (como capitão); Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Hyoran; Willian.


Será mesmo essa a escalação titular do Palmeiras no clássico contra o Santos, às 20 horas (de Brasília) desta quinta-feira, no Pacaembu. O time foi confirmado pelo técnico Roger Machado na tarde desta quarta, antes do último e fechado ensaio na Academia de Futebol.


A formação não tem Dudu apenas porque o camisa 7 está suspenso. Sua ausência em nada tem a ver com a polêmica causada por ele nesta semana com uma publicação no Instagram, na qual ele levantou dúvida se estava "feliz ou não" depois de ter uma proposta milionária do futebol chinês recusada pelo Palmeiras.




Roger Machado, em entrevista na véspera do clássico contra o Santos (Foto: Tossiro Neto)


Questionado sobre a repercussão negativa do episódio perante à torcida, o treinador palmeirense prometeu que o jogador se dedicará normalmente em campo quando estiver de volta.



– Ele vai dar seu 110%, como deu até agora. Houve momentos iguais a esse, e ele permaneceu focado, conquistando vitórias e títulos importantes. É o que caracteriza o Dudu dentro de campo. Não é à toa que na arquibancada gritam que ele é guerreiro, porque ele se dedica dentro de campo – disse Roger.




– O torcedor pode ficar muito tranquilo, porque a partir do momento em que o atleta entra em campo, nada mais importa. O que importa é representar seu clube, e o Dudu gosta muito do Palmeiras, construiu uma história muito bonita aqui dentro.





Veja outros trechos da entrevista:




Reinício do Campeonato Brasileiro


"Retorno bastante aguardado. O que a gente espera é elevar o nível físico, técnico e tático e manter a forma competitiva como acabamos o período pré-Copa."


"Ponto bastante importante a ser discutido. Uma coisa que discuto bastante no nosso calendário é dos jogos de quarta e domingo. O que tira a competitividade são os jogos seguidos. O atleta nem sente saudade de estar em campo novamente. Quando acorda, já é véspera do jogo novamente. Essa longa espera gera uma saudade. Isso é o que menos me preocupa neste momento. O que me preocupa é essa sequência de jogos que temos."


"O time ideal é o que está indo a campo em função das ausências. Não vi prejuízo nenhum (na parada), essa fase de preparação foi importante em vários aspectos. Entre eles a possibilidade de trabalhar bastante o time que a gente desenhou para o clássico contra o Santos. Muda característica, não prejuízo. Talvez tenha até acréscimo em alguns momentos."


Clássico logo no primeiro jogo


"Clássico sempre motiva muitas paixões. Começar com jogo grande é sempre bom. Jogos grandes são jogos em que você pode mostrar muito, mostrar a que veio, principalmente numa retomada, em que é importante essa pequena sequência de quatro jogos. Entre esses últimos dias de julho e o mês todo de agosto vão ser decisivos para nossas aspirações em várias competições. Não vejo de outra forma do que com bons olhos e muito interesse em iniciar com clássico."


Volta de Gustavo Scarpa


"A volta do Scarpa foi muito festeja por todos nós. O momento em que saiu em função do imbróglio judicial foi o momento em que tinha adquirido seu melhor ritmo, tinha feito dois gols. A surpresa foi que ele justamente demorou menos tempo para readquirir esse ritmo de jogo. Tão logo ele começou a treinar, a percepção foi de que ele teria o processo acelerado, como foi. Retorno bastante festejado, porque é um jogador, neste momento, principalmente com a saída do Keno, nosso jogador de velocidade, assume uma condição importante dentro da equipe."



"Não tenho dúvida de que ele vai ser uma peça muito importante neste novo contexto. Com uma sensível alteração de característica em função da saída do Keno. Nós centralizávamos nossa profundidade e vitória pessoal muito em função dele, porque o Dudu pelo lado esquerdo vem mais para o centro, até pela profundidade que o Keno dava."


Recuperação de Lucas Lima


"Reparamos o Lucas (Lima) muito motivado na intertemporada, os trabalhos foram intercalados, e ele mostrou interesse em elevar seu nível, sabendo que poderia voltar ao time pelas suspensões contra o Flamengo. Vi o Lucas nos amistosos com intensidade alta, uma questão que eu sempre conversei com o Lucas, que ele se locomove bem no campo, mas a intensidade no momento decisivo da partida que crescesse, e isto aconteceu nos jogos da intertemporada. Ele deu assistência e está muito motivado a recuperar o terreno que de certa forma foi perdido antes da parada da Copa. Vamos ver o Lucas no ápice de sua forma física".


Interesse em Carlos Sánchez, reforço do Santos


"O Sanchez é um jogador interessante, foi oferecido ao clube. Temos cinco jogadores, pelo menos três deles que podem fazer funções semelhantes. Em outros momentos sempre foi acompanhado nas minhas avaliações. Bom jogador, esteve recentemente na Copa. Foi oferecido, pelos valores envolvidos e pelas nossas peças não foi adiante."


Nicolás Freire, argentino recém-contratado


"O Nicolás vem treinando bem, veio numa ocasião de negócio. É especialista com pé esquerdo, tem experiência lá fora, na Europa, é um jogador jovem, vem treinando bem, é firme no um contra um, tem uma bola aérea defensiva, tem se mostrado um bom cabeceador. Vai ter de cavucar um pouco de minhoca para encontrar seu espaço".
Roger confirma escalação do Palmeiras em clássico contra o Santos e vê Dudu 110% Roger confirma escalação do Palmeiras em clássico contra o Santos e vê Dudu 110% Reviewed by Voz de Rondônia on julho 18, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent