Header Ads

Empresa alega pedido a clubes para pouparem gramado do Maracanã antes, durante e depois de jogos



Enquanto Diego se queixava do gramado do Maracanã na zona mista após a vitória por 1 a 0 sobre o Vitória, as máquinas já estavam no estádio para iniciar nesta sexta-feira a troca de parte do campo. Isso porque a empresa responsável pela manutenção do piso alega que havia feito um pedido específico a Flamengo e Fluminense. Pedido que não foi atendido.


De acordo com a Greenleaf, empresa responsável pelo Maracanã, era previsto que o mês de agosto seria especialmente complicado. Além de ser inverno, foram seis jogos em 11 dias. Por isso, segundo a companhia, foi solicitado que os atletas não fizessem trabalho de aquecimento no campo antes, no intervalo e após as partidas - o que não ocorreu.



Reforma gramado Maracanã começou nesta sexta-feira (Foto: Reprodução)



Reforma gramado Maracanã nesta sexta-feira (Foto: Divulgação)


O estádio, aliás, é o único do Brasil que conta com dois vestiários equipados com campos de grama sintética francesa com amortecedor alemão – tudo no padrão Fifa – para que não sejam necessárias atividades no gramado principal.


A troca de parte do gramado, que já estava programada antes mesmo da queixa de Diego, começou na manhã desta sexta-feira. Também está agendada para esta quinta uma reunião entre representantes da Greenleaf e do Flamengo para tratar do assunto.



Questionada se a troca poderia ter ocorrido durante a parada da Copa do Mundo, a Greenleaf explicou que a manutenção atual ocorre por conta do número de jogos recentes. Durante o mês sem partidas houve troca de uma outra parte do gramado.


O próximo jogo no Maracanã será Flamengo x Ceará, dia 2 de setembro.



Área do gramado que não será trocada passa por processo de descompactação (Foto: Reprodução)


Nesta quinta-feira o Maracanã publicou a seguinte nota oficial:


A Concessionária Maracanã vai realizar, a partir de hoje, a troca de 1.500 m2 de grama. O objetivo é oferecer sempre as melhores condições para os jogos realizados no estádio. A troca já estava programada para receber as primeiras partidas de setembro.


Dois fatores influenciaram esse planejamento: foram realizados 12 jogos em 23 dias e a temperatura amena dessa época prejudicou o crescimento da grama de inverno, sobrecarregando a grama de verão.


Daqui a dois meses, nova troca de 1/3 do gramado deverá ser realizada. No início do ano, o gramado do estádio recebeu nota 4,89 da CBF em uma escala que vai até 5, como um dos melhores do país.
Empresa alega pedido a clubes para pouparem gramado do Maracanã antes, durante e depois de jogos Empresa alega pedido a clubes para pouparem gramado do Maracanã antes, durante e depois de jogos Reviewed by Voz de Rondônia on agosto 24, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent