Header Ads

PT e Coligação de Acir vão à Justiça para barrar candidatura de Fátima Cleide e adesão a Pimenta



O Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) e a Coligação “Juntos por um novo tempo para Rondônia”, impetraram pedido de impugnação da Coligação liderada pelo PT, determinada pela Executiva Nacional, que impôs a candidatura da ex-senadora Fátima Cleide e união com o PSOL e PC do B. A intenção é manter a formação da Coligação, definida em convenção, com o PDT, PSB, PR, PP, PTB, DC, PTC e Solidariedade.


A petição, assinada pelo advogado Nelson Canedo, detalha todos os procedimentos que levaram os convencionais do PT a apoiar Acir, até a intervenção da Nacional, determinando uma nova formação, mesmo após a ata ser registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Rondônia.


Segundo a ação, a medida foi arbitrária e ilegal. Há ainda denúncia de falsificação da ata.


De acordo com a impugnação, a Executiva Nacional até poderia impor regras para a coligações, mas em 180 dias antes das eleições, e no caso de Rondônia somente se pronunciou na véspera da convenção.


A ação também questiona o interesse pessoal de Fátima Cleide, de lançar sua candidatura, em detrimento da legenda. “Não pode o projeto pessoal de uma única pessoa [Fátima Cleide] se sobrepor ao que foi decidido legitimamente na Convenção Estadual do PT/RO. Tal fato não pode ser considerado ato legítimo apto a subsidiar a intervenção da forma como ocorreu, tanto é verdade que a referida conduta abrupta causou um levante de grande parcela dos Diretórios Municipais do PT/RO, além das lideranças locais e detentores de mandato eletivo, os quais redigiram uma Carta de Repúdio direcionada a Executiva Nacional.”
PT e Coligação de Acir vão à Justiça para barrar candidatura de Fátima Cleide e adesão a Pimenta PT e Coligação de Acir vão à Justiça para barrar candidatura de Fátima Cleide e adesão a Pimenta Reviewed by Voz de Rondônia on agosto 22, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent