Header Ads

Dólar opera em queda após eleições



O dólar opera em queda nesta segunda-feira (29), após Jair Bolsonaro (PSL) ser eleito presidente do Brasil e o futuro ministro da Fazenda, Paulo Guedes, dizer que a prioridade será a reforma da previdência.


Às 10h26, a moeda norte-americana caía 0,45%, vendida a R$ 3,6368. Veja mais cotações.


A moeda chegou a ser negociada a R$ 3,5823 no início da sessão. Desde maio, a moeda não era negociada abaixo de R$ 3,60 - no dia 10 daquele mês, o dólar fechou em R$ 3,5461.


Em seu discurso após ser declarado vitorioso, Bolsonaro prometeu respeitar a Constituição, fazer um governo democrático e unificar o país, além de defender compromisso com a responsabilidade fiscal.


Paulo Guedes declarou que buscará zerar o déficit fiscal, fazer a reforma da previdência e do Estado, acelerar as privatizações,simplificar e reduzir impostos, além de eliminar encargos e impostos trabalhistas sobre a folha de pagamentos - medidas bem vistas pelo mercado.


Na esteira do otimismo, o Ibovespa, principal índice de ações do mercado acionário brasileiro, subia mais de 2%, atingindo máxima histórica intradia, acima de 88 mil pontos.


O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 7,7 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de novembro, no total de US$ 8,027 bilhões. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.


Na última sessão, na sexta-feira (26), a moeda dos EUA caiu 1,39%, vendida a R$ 3,6518 - menor patamar desde 24 de maio (R$ 3,6471).


Na semana passada, o dólar acumulou queda de 1,64%. No mês de outubro, recuava 9,56% até dia 26. No ano, a moeda acumula alta de 10,21%.
Dólar opera em queda após eleições Dólar opera em queda após eleições Reviewed by Voz de Rondônia on outubro 29, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent