Header Ads

MDB de Rondônia também é denúncias na cota de 30% de mulheres



Porto Velho, RO –
O resultado das eleições 2018 está sendo investigado pela Justiça Eleitoral e muitos eleitos podem perder a chance de ocupar uma vaga na Assembléia Legislativa de Rondônia, por possível fraude na cota reservada as mulheres no percentual obrigatório de no mínimo de 30%.

Uma das denuncias que está sendo investigada é duas candidatas a deputado estadual do MDB que receberam recursos do Fundo Partidário, mas não fizeram campanha e uma trabalhava como secretária no comitê do candidato a governador e outra é que a candidata recebeu R$ 10 e sacou na boca do caixa, prática proibida por lei.

Se confirmado os dois casos que já estão sendo levada a Justiça Eleitoral o partido também pode ser prejudicado e seus deputados estaduais eleitos correm o risco de não tomarem posso e toda chapa ser indeferida e os votos anulados.

A situação veio à tona quando o MDB pediu investigação eleitoral contra vários partidos para beneficiar o deputado Saulo Moreira que ficou como suplente. Com as investigações em curso, inclusive com buscas, apreensões e depoimentos de mulheres candidatas o “lamaçal” que se tornou a questão da cota feminina em Rondônia e recursos do Fundo Partidário pode prejudicar pelo menos 13 deputados estaduais que foram eleitos no último dia 07 de outubro de 2018.

Fotos, filmagens, depoimentos, postagens nas redes sociais estão sendo usados para embasar a investigação que pode complicar a vida de candidatos, candidatas e dirigentes partidários em Rondônia.




Fonte: O OBSERVADOR
MDB de Rondônia também é denúncias na cota de 30% de mulheres MDB de Rondônia também é denúncias na cota de 30% de mulheres Reviewed by Voz de Rondônia on outubro 17, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent