Header Ads

Vilhenense diz que não quer cargos no governo Marcos Rocha, mas espera ser ouvido na montagem da equipe



Bagattoli disse que pretende levar ao novo governador as reinvindicações do “setor produtivo”

Vilhena, RO - O empresário vilhenense Jaime Bagattoli, que concorreu a senador pelo PSL este ano e, por muito pouco não venceu a eleição já em sua estreia na política, visitou o FOLHA DO SUL ON LINE na manhã desta segunda-feira, 29.

Ao agradecer a votação do primeiro turno, que o consagrou como liderança emergente em Rondônia, Bagattoli também comentou o resultado de ontem, quando o candidato de seu partido, Marcos Rocha, foi eleito governador. Jaime ainda parabenizou Vilhena e outros municípios do Cone Sul, que deram vitórias folgadas a Rocha e ao novo presidente, Jair Bolsonaro.

O vilhenense disse que pretende continuar na vida pública, mas descartou, por enquanto, concorrer a prefeito de Vilhena em 2020. “Não estou pensando nisso agora”.

Sobre eventual cargo no governo estadual, Jaime também negou interesse nisso, mas disse que gostaria de ajudar na montagem da equipe do novo governador. Para ele, Marcos Rocha deve se cercar de técnicos competentes, independente de questão partidária.

Representante do agronegócio, o quase-senador disse que gostaria de ser ouvido principalmente em relação aos projetos do governo para o segmento. E aconselhou o novo governador: “Para o médio e o grande produtores, a conservação das estradas é o principal. Já os pequenos precisam de incentivo e assistência”.

Transformado em porta-voz do chamado “setor produtivo”, que inclui ainda o comércio e as indústrias, Bagattoli disse que pretende levar ao correligionário as reinvindicações do segmento.

NÚMEROS

No segundo turno em Vilhena, Marcos Rocha saltou de 15.129 para 31.720 votos. O ex-senador Expedito Júnior (PSDB), adversário do militar, ao contrário, encolheu: caiu de 12.829 para 11.772.

Fonte: FOLHA DO SUL
Vilhenense diz que não quer cargos no governo Marcos Rocha, mas espera ser ouvido na montagem da equipe Vilhenense diz que não quer cargos no governo Marcos Rocha, mas espera ser ouvido na montagem da equipe Reviewed by Voz de Rondônia on outubro 30, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent