Header Ads

Funcionários públicos usam câmeras de segurança para filmar mulheres em praia



Além de aproximarem as imagens de câmeras da Prefeitura de Guaratuba – no litoral do Paraná – para ver mulheres na praia, servidores fizeram o mesmo para espiar uma hóspede de um hotel da cidade.

A mulher estava de biquíni dentro do quarto, e o operador ajustou o foco para gravá-la.

O mesmo aconteceu em outros lugares. Uma adolescente que mexia no celular e uma jovem de saia, que estava com amigos em um bar, também foram alvos das câmeras.

Funcionários públicos usam câmeras de segurança para filmar mulheres em praia do Paraná


Nesta quarta-feira (28), a administração municipal – que abriu uma sindicância – informou ter identificado os técnicos de segurança suspeitos de terem feito as imagens de mulheres de biquíni nas praias do município. Porém, não disse quantos são, nem os nomes deles.


O Ministério Público do Paraná (MP-PR) está investigando o escândalo, e a oposição na Câmara Municipal de Guaratuba pediu explicações.


A central de monitoramento fica em um prédio e tem 16 funcionários. Outros servidores do setor viram os vídeos quando procuravam imagens de um adolescente que desapareceu depois de entrar no mar.


Wellington Bruno Kluger Moreira, de 13 anos, desapareceu em Guaratuba, no dia 16 de novembro. Depois de dois dias, o adolescente foi encontrado morto no mar, em Matinhos, também no litoral.


Por Wilson Kirsche, RPC Curitba
Funcionários públicos usam câmeras de segurança para filmar mulheres em praia Funcionários públicos usam câmeras de segurança para filmar mulheres em praia Reviewed by Edivaldo Fogaça on novembro 28, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent