Header Ads

Flamengo pagou 10 de 31 multas por CT sem licença e ignorou interdição, diz prefeitura



Parentes e amigos comovidos comparecem ao funeral do menino Arthur Vinicius, de 14 anos, em Volta Redonda — Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo


Por Edimilson Ávila, RJ1


O Flamengo reconheceu e pagou só um terço dos autos de infração lavrados pela Prefeitura do Rio pela falta de licença do Ninho do Urubu e ignorou o edital de interdição do CT emitido pelo município. Das 31 multas aplicadas por irregularidades na documentação, o clube pagou 10. Os valores das multas não foram divulgados, e a direção ainda não se manifestou.


Segundo a administração municipal, o alvará de funcionamento que permitiria o uso do espaço não foi concedido porque o Certificado de Aprovação do Corpo de Bombeiros não foi apresentado pelo Flamengo. A partir de então, foram 31 multas. A prefeitura ainda emitiu edital de interdição em 20 de outubro de 2017, que não foi respeitado.


A nota diz ainda que área de alojamento atingida pelo incêndio não consta do último projeto aprovado pela área de licenciamento, em 5 de abril do ano passado, como edificada. "Em nenhum pedido feito pelo Flamengo existe a presença de um alojamento na área em questão", diz o comunicado.


No projeto protocolado, de acordo com a prefeitura, a área está descrita como um estacionamento, não como um alojamento, e não há registros de novo pedido de licenciamento da área para uso como dormitórios.
Flamengo pagou 10 de 31 multas por CT sem licença e ignorou interdição, diz prefeitura Flamengo pagou 10 de 31 multas por CT sem licença e ignorou interdição, diz prefeitura Reviewed by Na Mira do Povo on fevereiro 09, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent