Header Ads

Padre Vincenzo, fundador da Casa Família Rosetta em RO, morre aos 74 anos na Itália



Padre Vincenzo Sorce, de 74 anos, fundador e presidente internacional da Associação Casa Família Rosetta, morreu nesta segunda-feira (4), em Serradifalco, região da Sicília, na Itália, país onde nasceu, cresceu e morava. A instituição conta com unidades em três cidades de Rondônia: Porto Velho, Candeias do Jamari e Ouro Preto do Oeste.

Vincenzo tinha problemas de saúde e faleceu dormindo durante a madrugada após uma crise de hipertensão. A associação publicou um comunicado nas redes sociais lamentando a morte do presidente (veja íntegra).

O projeto do padre pousou em Rondônia em 1992. Nesse tempo, Vincenzo Sorce salvou pelo menos 5 mil pessoas na região. Entre um dos trabalhos fornecidos pela instituição está um programa terapêutico que objetiva prevenir, tratar, recuperar e fazer a reinserção social das pessoas que são dependentes químicas.

Para a diretora geral da Associação em Porto Velho, Giuseppina Maria Fulco, a morte de Padre Vincenzo é uma perda colossal para quem teve a chance de conhecê-lo e ser ajudado por ele.

"Era um homem de grande cultura, mas também de um coração enorme. Ele dedicou a vida dele a serviço dos pobres. Era um padre diferente. Esse será o legado que vai deixar. É uma enorme perda", disse Giuseppina, emocionada.

Também italiana, Giuseppina entrou na associação em 1994 e no ano seguinte se tornou diretora da instituição no Brasil. Segundo ela, em média são atendidas 120 pessoas com deficiência e 200 com dependência química por dia.

Para dar o último adeus ao padre, ela viajará durante a madrugada de terça-feira (5) à Itália. "Tem muitos livros dele aqui. Viajo esta madrugada para me despedir", confirmou.

O procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Rondônia (MP-RO), Airton Marin, dedicou um espaço em seu perfil em uma rede social para homenagear o padre.

Em um trecho do texto, Airton diz: "Perde a Itália. Perde o Brasil. Perde a humanidade uma alma tão acolhedora e difusora de amor em tempos de discriminação e ódio".

"É uma pessoa que dedicou sua vida ao semelhante, fundando casas de acolhimento para pessoas necessitadas em todo mundo. O Padre Vincenzo também deu ênfase a um tratamento inédito para toxicomania, utilizando de conhecimentos científicos, espirituais e psicológicos. É muito triste", contou o procurador ao G1.

O trabalho em prol de pessoas com deficiência física e dependentes químicos começou pelas mãos de Vincenzo nos anos 60 no território italiano. Depois, se expandiu pelo mundo e conta, inclusive, com uma unidade em Tanzânia, na África, e outras três em Rondônia – Porto Velho, Candeias do Jamari e Ouro Preto do Oeste.

Padre Vincenzo Sorce foi ordenado sacerdote em 1970. Era formado em pedagogia e teologia. Foi professor de teologia na Faculdade Teológica de Palermo, na Itália, por 30 anos. Também escreveu centenas de livros e trabalhou na Organização das Nações Unidas (ONU).

O corpo do Padre Vincenzo será enterrado na próxima quinta-feira (7), na Catedral de Caltanissetta, na Itália.

Confira a abaixo o comunicado da Associação Casa Família Rosetta pela morte de Padre Vincenzo:

A Associação Casa Família Rosetta comunica e manifesta o mais profundo pesar pelo falecimento do Fundador e presidente, Padre Vincenzo Sorce. Vincenzo veio a óbito na madrugada desta segunda-feira (04) em Serradifalco (Caltanisseta, Itália), país onde nasceu e morava até os dias de hoje.

Padre Vincenzo trouxe a Casa Família Rosetta para o Brasil no início dos anos 90 e como fala em sua frase “Tudo o que é amado, cresce” por aqui não foi diferente, a obra cresceu e já estamos em Porto Velho, Candeias e Ouro Preto do Oeste com instalações para o apoio e tratamento de pessoas com deficiência e comunidades para se recuperar de pessoas com dependência. Mais recentemente, Vincenzo estendeu o compromisso com o povo da Tanzânia, por lá, Vincenzo, levou amor aos deficientes e os doentes.

Ordenado sacerdote em 1970, o padre Vincenzo Sorce se formou em pedagogia e teologia, e ensinou durante trinta anos na Faculdade de Teologia de Palermo. O compromisso na "Casa Família Rosetta" estava cheio de qualquer maneira, e ele tinha dito e explicou o nascimento e o crescimento e os valores-guia (atenção para as necessidades das pessoas, especialmente marginalizadas e sofrimento, fé, a investigação científica) em vários livros (“ A coragem de ousar "," Nova Evangelização e Escolha do Último "," Curar as feridas "etc.).

Pela excelência, a originalidade e a eficácia do projeto terapêutico de "Terra Prometida", a Associação fundada pelo P. Vincezo Sorce foi durante muitos anos um parceiro da agência da ONU para o combate à toxicodependência, e organizou inúmeros cursos de formação para médicos, psiquiatras e operadores em vários países da Europa Oriental e África.

"Tudo o que é amado cresce", essa é uma das frases que Vincenzo adorava seguir e hoje é a prova do fato de que tudo que ele amava - com dedicação, compromisso e constante espírito de sacrifício - cresceu, brotou, criando e cuidando dessa grande família que se apega à memória de um grande homem. Nossa gratidão e o nosso mais puro AMOR ao Padre Vincenzo Sorce.
Padre Vincenzo, fundador da Casa Família Rosetta em RO, morre aos 74 anos na Itália Padre Vincenzo, fundador da Casa Família Rosetta em RO, morre aos 74 anos na Itália Reviewed by Na Mira do Povo on março 04, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent