Header Ads

Professora da Fimca é morta a pauladas pelo ex-marido que havia sido preso e liberado pela polícia um dia depois de agredi-la



Porto Velho, Rondônia - Ueliton Aparecido Silva, 35 anos, foi preso em flagrante logo nas primeiras horas da manhã deste domingo (17) após matar a ex-esposa, identificada como Joselita Félix da Silva, 47 anos, com várias pauladas. Ele ainda ainda tentou matar o pai dela, de 74 anos, identificado como Francisco Félix da Silva, que foi socorrido em estado grave para o hospital João Paulo II. Joselita, conhecida como Jô, era professora da Faculdade Fimca e da Santa Marcelina.

A polícia recebeu a denúncia para comparecer em uma residência localizada na Rua 21 de Abril, Bairro União, região central de Candeias do Jamari, onde um morador vizinho ouviu gritos de socorro e quando olhou por cima do muro avistou o criminoso arrastando a vítima, suja de sangue. Quando os policiais chegaram, arrombaram a porta dos fundos e flagraram o suspeito ainda com um pedaço de madeira nas mãos batendo na cabeça da vítima.

O pai dela ainda estava com vida. Os PMs ordenaram que o assassino soltasse a madeira, mas ele resistiu e foi necessário o uso da força para prendê-lo .

Joselita era professora e atualmente estava tendo problemas com seu ex- marido, usuário de drogas. Ela sofria ameaças de morte. Ele já havia agredido a ex-eposa na manhã desse sábado (16), na Avenida Amazonas, no bairro Tirandentes, em Porto Velho. Ueliton foi preso por lesão corporal e violência doméstica e, na Central de Polícia, na frente dos policiais, ele prometeu matar a mulher.

Mesmo assim, o delegado liberou o criminoso, que, neste domingo, cumpriu as ameaças.

A mulher, temendo pela vida, foi procurar ajuda na casa do pai dela, na cidade de Candeias do Jamari, mas o criminoso descobriu e foi lá matá-la.

Preso, Ueliton disse que presenciou a mulher saindo de um motel com outro homem e por isso não resistiu e acabou matando-a. Seu ex-sogro tentou evitar o crime acabou sendo também agredido com golpe de pau na cabeça.


Fonte: Tudo Rondônia
Professora da Fimca é morta a pauladas pelo ex-marido que havia sido preso e liberado pela polícia um dia depois de agredi-la Professora da Fimca é morta a pauladas pelo ex-marido que havia sido preso e liberado pela polícia um dia depois de agredi-la Reviewed by Edivaldo Fogaça on março 17, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent