Header Ads

Advogada que teve suas prerrogativas violadas ao ser barrada no TJRO agradece o apoio do CFOAB




Porto Velho, RO - A integrante da Comissão da Mulher Advogada (CMA) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO), Eduarda Meyka, esteve presente na manhã desta segunda-feira (10) na Sessão do Pleno do Conselho Federal da OAB, em Brasília (DF), para agradecer o apoio ao fato ocorrido no Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia (TJRO) ao ter sua entrada no local barrada por conta de suas vestimentas.

O presidente da OAB/RO, Elton Assis, salienta que a ocasião é muito importante, porque demonstra a atenção do CFOAB com os advogados do estado. “Lutamos pelas prerrogativas dos colegas e o apoio de todos foi fundamental para toda a advocacia rondoniense”.

Eduarda Meyka agradeceu o apoio do Conselho Federal e de todas as seccionais e reforçou também a ajuda da OAB Rondônia, que esteve sempre atenta fazendo valer suas prerrogativas. “A atenção e o carinho de todos foram muito importantes, uma vez que lutamos pela valorização e respeito na nossa profissão”, disse.

A presidente da CMA Nacional, Daniela Borges, elogiou a atitude de Eduarda no sentido de se valer de suas prerrogativas e enfrentar a questão. A presidente também reforçou o direito de escolha das mulheres.

A presidente da CMA da Seccional, Karoline Monteiro, ressalta que a advogada Eduarda Meyka é um exemplo de coragem que dignifica a advocacia. “Este é um momento ímpar! A pauta feminina se fortalece a cada novo debate sobre as situações enfrentadas pelas mulheres no cotidiano”.

O conselheiro federal Alex Sarkis fala que o apoio do Conselho é importante para a defesa das prerrogativas de todos os advogados. “A força do sistema OAB se faz quando todos se unem em prol de uma finalidade: a valorização e o respeito à advocacia”.

Para a conselheira federal Franciany de Paula, a advogada não pode ser desrespeitada por sua vestimenta ou qualquer outro motivo. “O Pleno do CFOAB recebeu a advogada rondoniense Eduarda Meika, onde, mais uma vez, demonstrou o apoio do sistema OAB, em razão do lamentável episódio ocorrido em razão de sua vestimenta”.

A conselheira Veralice Veris afirma que todos os advogados tem o dever de defender as prerrogativas profissionais. “É de extrema importância que os profissionais não se calem diante de situações desrespeitosas”.
Advogada que teve suas prerrogativas violadas ao ser barrada no TJRO agradece o apoio do CFOAB Advogada que teve suas prerrogativas violadas ao ser barrada no TJRO agradece o apoio do CFOAB Reviewed by Voz de Rondônia on junho 11, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário

Recent Posts

Recent